Notícias

Sexta-feira, 08 de Junho de 2018, 08:11

Tamanho do texto A - A+

Comércio precisa de parlamentares comprometidos com o setor

Por: CNDL

 

Presidente da Frente Parlamentar do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, Efraim Filho ressalta a importância de empresários na construção de agenda política que fortaleça o setor

Presidente da Frente Parlamentar do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, o deputado federal Efraim Filho (DEM-PB) convocou os dirigentes das CDLs a cobrarem compromisso de seus candidatos com o setor. O parlamentar participou, na manhã de hoje (7), da reunião de diretoria da CNDL, em Brasília, com presidentes de federações e CDLs de todo o Brasil. Para ele, é preciso que os empresários de Comércio e Serviços ajudem a jogar luz nas suas agendas prioritárias, no Congresso Nacional, assim como fez o agronegócio, nos últimos anos.

“Precisamos que os estados enviem representantes comprometidos com as bandeiras do Comércio. A Frente Parlamentar do Agronegócio conseguiu isso, com investimento, planejamento, foco e altivez”, assinalou.

O presidente da CNDL, José César da Costa, reforçou a fala de Efraim, conclamando os dirigentes a divulgarem o trabalho e a atuação dos membros da Frente Parlamentar em seus municípios. “Divulgando esse apoio da Frente para os empresários, em cada estado, vamos criar um conhecimento e uma conscientização desse trabalho”, afirmou.

O deputado foi aplaudido ao chamar os empresários de “heróis da resistência”, mas percebe a importância do Comércio subestimada no parlamento. Ele reforça que é preciso que o setor se se posicione para conquistar espaços, e isso começa antes mesmo das eleições de outubro, que elegerá novos deputados e senadores.

“Seria importante que cada CDL indicasse um parlamentar comprometido com a agenda do setor. Porque, quando há uma votação importante, ligar para os deputados do seu estado para pedir favor não é bom, mas para cobrar compromisso, sim”, disse ele, ressaltando que essa parceria deve ser construída de forma transparente e saudável.

Efraim Filho lembrou ainda conquistas recentes relevantes da Frente e da UNECS, como a reforma trabalhista e o cadastro positivo, que ainda passará pela votação de destaques. Para o deputado, a importância de aprovar essa lei está na implementação de uma política de crédito duradoura e inclusiva que nunca houve no país.

“O crédito no Brasil é feito em ciclos curtos, de voos de galinha. O cadastro positivo significa crédito sustentável, de longo prazo, que vai incluir 40 milhões de brasileiros que são bons pagadores de suas contas pessoais, mas não têm conta em banco”, destacou.
Em relação ao projeto do cadastro positivo, o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Júnior, reforçou que a votação ainda não está concluída e é preciso evitar que seja descaracterizado. “Há quatro destaques que destroem o projeto e não podem passar”, comentou.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei