Artigos

Terça-feira, 02 de Janeiro de 2018, 13:51

Tamanho do texto A - A+

Os números de Sinop

Por: Lindomar Pegorini Daniel
Professor de Economia da UNEMAT

          

           No atual cenário nacional o assunto dominante dos noticiários e debates é a recuperação econômica. Para o município de Sinop, a realidade tem sido um pouco diferente, a cidade representa uma das escassas ilhas de crescimento e os últimos meses de 2017 têm revelado uma aceleração da atividade econômica.

         Um dos fatores para que Sinop apresente um robusto desempenho econômico está na sua localização geográfica. Estrategicamente localizada na região Norte do Estado de Mato Grosso às margens da BR-163, principal via de escoamento da produção na região. Distante cerca de 500 km da capital Cuiabá, cerca de 2300 km dos portos de Santos e Paranaguá e cerca de 1400 km do porto de Santarém, sendo a principal cidade da região com cerca de 135.874 habitantes em 2017, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dada sua localização é polo de prestação de serviços para mais de 30 municípios entre Cuiabá e o sul do Estado do Pará, englobando mais de 500 mil habitantes.

         Na economia, Sinop tem se destacado pelos expressivos indicadores de crescimento. O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu em termos reais (descontando a inflação) cerca de 8,7% ao ano, em média, entre 1999 e 2013. Em 2013, o valor adicionado bruto que representa a contribuição de cada setor para o PIB, foi de 6,2% para o setor primário (agropecuária), 15,1% para o setor secundário (indústria) e de 62% para o setor terciário (serviços), o que mostra a maior diversificação da economia do município em relação ao estado cujos valores adicionados brutos foram de 28,5%, 8,7% e 63,8%, para cada setor respectivamente.

          O PIB per capita do município em 2014 era de R$ 33.807,26 o que confere um PIB per capita mensal de R$ 2.817,27 valores muito próximos aos da capital Cuiabá, mesmo com crescimento populacional médio de cerca de 4,3% ao ano, demonstrando seu forte crescimento econômico sustentado. Outros indicadores importantes são o índice de abertura de novas empresas que apresentou aumento médio de 9% ao ano entre 2002 e 2012, segundo dados da Prefeitura Municipal, alcançando cerca de 16.122 empresas de todos os portes em 2014, estima-se que o crescimento tenha sido de cerca de 150% no número de empresas nos últimos 10 anos. Atualmente as empresas dividem-se da seguinte forma: 13,9% na indústria, 35,5% no comércio e 51,6% na prestação de serviços e autônomos.

          Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Sinop gerou nos últimos 10 anos um saldo positivo de 3.555 empregos formais, outro indicador do seu pujante crescimento econômico. Além disso, entre 2009 e 2012 foram concedidos mais de 7.000 novos alvarás de construção sendo que a área construída no município por ano mais do que dobrou no mesmo período. Sinop possuía frota de 101.323 veículos em 2015, valor que aumenta em média 7.000 unidades por ano. Em 2012 eram quase 50 mil unidades consumidoras de energia, um aumento de 16,57% em relação à 2011.

           Sinop ainda se destaca no comércio exterior onde produtos como soja, milho, carne e madeira são comercializados para mais de 22 países além de outros estados do Brasil. O movimento no aeroporto municipal saltou 523% entre 2008 e 2013 alcançando 171.051 embarques e desembarques, já os pousos e decolagens cresceram 195% entre 2008 e 2012.

            A educação e a saúde passaram a se destacar no município nos últimos anos. Na educação eram 12.000 acadêmicos em 2012 em mais de 60 cursos de graduação, aumento relativo de 517% se comparado com 2002. Além das Universidades Federal e do Estado de Mato Grosso (UFMT) e (UNEMAT), respectivamente, a cidade conta com universidades particulares, centros de educação técnica federal, estadual e privado. Sinop ainda conta com uma unidade da Embrapa.
            Na saúde, em 2012 era o município, dentre os maiores do estado, que tinha maior relação unidades de saúde e leitos por habitante, já nas internações de alta complexidade por habitante estava atrás apenas da Capital. O município dispõe de 3 hospitais particulares e conveniados além de um hospital regional público e uma unidade de pronto atendimento (UPA), além de várias clínicas e consultórios particulares. São 230 médicos em 2016 segundo os registros do Ministério da Saúde, um aumento de 17,3% se comparado a 2012. Por fim, o município ainda conta com uma série de órgão federais e estaduais além de várias empresas e franquias de expressão nacional.

           A diversificação e a dinâmica da economia de Sinop representam não apenas oportunidades, mas também desafios aos empresários que se defrontam com quantidade cada vez maior de demanda por seus produtos e também de concorrência. Os setores destacados acima e as características do município apresentam oportunidades de interação institucional para fortalecimento de cadeias produtivas e arranjos produtivos locais (APL). Os setores de prestação de serviços nas áreas de educação, saúde, automobilístico e de consumo são de especial interesse para o município dadas as potencialidades apontadas pelos indicadores acima apresentados.

          O município de Sinop apresenta importância estratégica para a região e o forte crescimento econômico proporcionado confronta o comportamento da economia com as expectativas e comportamento das empresas. Planejamento, controle de custos, aspectos da demanda e outros desafios são críticos para o desenvolvimento das empresas, em especial, as micro e pequenas empresas que muitas vezes não possuem capacidade ou consultoria técnica adequada para enfrentar as dificuldades impostas pela economia local.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



Confira Também Nesta Seção:

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1
PRÓXIMA
ÚLTIMA